INFECÇÃO URINÁRIA: É NORMAL TER MUITAS VEZES?

INFECÇÃO URINÁRIA: É NORMAL TER MUITAS VEZES?

Dizemos que um paciente tem infec√ß√£o urin√°ria de repeti√ß√£o ou infec√ß√£o urin√°ria recorrente, quando ele ou ela apresentam 2 ou mais episódios de infec√ß√£o em um intervalo de 6 meses ou 3 ou mais infec√ß√Ķes em um intervalo de 1 ano.

A infec√ß√£o urin√°ria de repeti√ß√£o é comum nas mulheres e n√£o costuma estar relacionado a nenhum problema anatômico no trato urin√°rio. J√° nos homens, a infec√ß√£o urin√°ria é um evento raro; quando ela ocorre com frequ√™ncia, quase sempre é porque h√° algum problema estrutural nas vias urin√°rias.

A infec√ß√£o do trato urin√°rio (ITU) é habitualmente dividida em 2 tipos:

¬ē CISTITE: A infec√ß√£o da bexiga é chamada de cistite. Seus sintomas mais comuns incluem: dor para urinar (disúria), vontade urinar a toda hora (polaciúria), sangue na urina (hematúria), dor no baixo ventre e sensa√ß√£o de esvaziamento incompleto da urina. A cistite é um quadro que n√£o costuma provocar febre e raramente provoca alguma complica√ß√£o.

¬ē PIELONEFRITE: A infec√ß√£o de um ou ambos os rins é chamada de pielonefrite. A pielonefrite é um quadro bem mais grave que a cistite. Seus sintomas incluem febre alta, dor lombar, fraqueza, n√°useas e vômitos. Se n√£o for tratada adequadamente, ela pode ser fatal.

FATORES DE RISCO

As bactérias que causam a cistite n√£o vivem no trato urin√°rio; elas s√£o enterobactérias que vivem no trato gastrointestinal e na regi√£o ao redor do √Ęnus. A infec√ß√£o urin√°ria surge quando essas bactérias migram da regi√£o perianal e passam a colonizar a regi√£o ao redor da uretra.

Mulheres que apresentam infec√ß√£o urin√°ria de repeti√ß√£o apresentam sua regi√£o periuretral mais susceptível à coloniza√ß√£o por enterobactérias, principalmente pela Escherichia coli. Essa predisposi√ß√£o parece ter origem genética. As bactérias causadoras de infec√ß√£o urin√°ria t√™m mais facilidade de se aderir às células da uretra dessas pacientes do que da popula√ß√£o em geral.

É muito comum que uma mulher com infec√ß√£o urin√°ria de repeti√ß√£o tenha uma m√£e, avó ou tia com o mesmo problema.

Além da maior susceptibilidade genética, alguns fatores ambientais também costumam estar presentes nas mulheres que t√™m cistite de repeti√ß√£o. Alguns podem ser corrigidos, outros n√£o.

Entre os fatores de risco mais comuns, podemos citar:

¬ē Uso de subst√Ęncias que contenham espermicidas.
¬ē Ducha vaginal.
¬ē Maus h√°bitos de higiene após evacuar.
¬ē Excesso de higiene íntima.
¬ē Diabetes mellitus.
¬ē Menopausa.

Existem também os casos de infec√ß√£o urin√°ria de repeti√ß√£o que costumam surgir somente após uma rela√ß√£o sexual. Nestes casos, chamados de cistite pós-coito ou cistite da lua-de-mel, as mulheres desenvolvem os sintomas de ITU 24 a 48 horas após uma rela√ß√£o sexual.

Fonte: Portal da Urologia

Dr. George Lins de Albuquerque

Médico Urologista