Pazuello culpa White Martins e Saúde do Amazonas por colapso em Manaus

Ex-ministro da Sa√ļde responsabilizou a empresa privada e a pasta pela falta de oxig√™nio hospitalar a pacientes da Covid-19

Pazuello culpa White Martins e Saúde do Amazonas por colapso em Manaus

O ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello afirmou, nesta quinta-feira (20/5), que a culpa pela falta de oxig√™nio hospitalar que provocou o colapso na rede sanit√°ria de Manaus (AM) é tanto da Secretaria de Saúde do Amazonas quanto da empresa White Martins, que fornecia o insumo para a capital amazonense.

Na avaliação do general, a pasta responsável por gerir o enfrentamento da pandemia no estado "não focou em oxigênio e ficou focada em outras coisas".

"Fica claro para mim que a preocupa√ß√£o do acompanhamento do oxig√™nio n√£o era um foco da Secretaria de Saúde do Estado de Amazonas. No próprio plano de conting√™ncia, n√£o apresentava nenhuma medida sobre oxig√™nio", disse.

Sobre a empresa privada, o general afirmou que faltou transpar√™ncia da White Martins para informar que j√° estava utilizando uma reserva do insumo. "A empresa White Martins j√° vinha consumindo sua reserva estratégica e n√£o fez essa posi√ß√£o de uma forma clara. Come√ßa aí, a primeira posi√ß√£o de responsabilidade. N√£o temos como nos isentarmos quanto a isso".

"[A empresa] Teria descoberto que estava sendo consumida uma reserva estratégica. Vejo aí duas responsabilidade: uma come√ßa na empresa que consome a reserva estratégica e n√£o se posiciona de uma forma clara e outra da Secretaria de Saúde do Amazonas. No momento que a secretaria deixa de acompanhar, a responsabilidade é clara, é da Secretaria de Saúde do Estado do Amazonas", completou.

Agenda da CPI

A manifesta√ß√£o ocorreu em depoimento à Comiss√£o Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid. Ele é o oitavo depoente do colegiado. Antes deles, os senadores ouviram os ex-ministros Luiz Henrique Mandetta e Nelson Teich e atual chefe da Saúde, Marcelo Queiroga.

O ex-chanceler Ernesto Araújo, o gerente-geral da Pfizer para a América Latina, Carlos Murillo, o ex-secret√°rio de Comunica√ß√£o da Presid√™ncia Fabio Wajngarten e o presidente da Anvisa, Antonio Barra Torres, também prestaram depoimento.

A CPI da Covid-19 tem o objetivo de investigar as a√ß√Ķes e omiss√Ķes do governo federal no enfrentamento à pandemia e, em especial, no agravamento da crise sanit√°ria no Amazonas com a aus√™ncia de oxig√™nio, além de apurar possíveis irregularidades em repasses federais a estados e municípios.